Tratamento para Hérnia de Disco Sem Cirurgia

A hérnia de disco é uma condição relativamente comum que pode ocorrer em qualquer lugar ao longo da coluna, mas na maioria das vezes afeta a região inferior das costas (hérnia lombar) ou o pescoço (hérnia cervical). Também conhecida como hérnia de disco ou protrusão discal, uma hérnia de disco se desenvolve quando uma das almofadas tipo almofada entre as vértebras se move para fora de posição e prensas nos nervos adjacentes.

Diariamente atendemos no consultório pessoas com dores nas costas e pescoço. Muitas chegam desanimadas e quase conformadas com as dores que não melhoram.

 

O que é o disco?

Discos da coluna vertebral são espécie de “almofadas” localizados entre as vértebras. Sem estes “amortecedores”, os ossos da coluna vertebral estariam fadados a moer um contra o outro. Além de dar a flexibilidade à coluna para girar e dobrar, os discos protegem a coluna vertebral, absorvendo o impacto do trauma e do peso corporal. Cada disco tem uma forte camada chamada anel fibroso exterior e um centro macio, gelatinoso, chamado de núcleo pulposo.

A hérnia de disco ocorre quando as camadas são empurradas ou rompidas e o conteúdo gelatinoso do centro extravasa pinçando os nervos ou para dentro do canal espinhal.

O que causa a hérnia de disco?

Na maioria dos casos, o deslocamento do material interno do disco se deve a uma causa mecânica, ou seja, posturas inadequadas mantidas por longos períodos que empurram e estiram os tecidos moles da sua posição fisiológica e pressiona os arredores. Entre outras estruturas encontram-se os nervos. Eles passam bem perto dos discos e são responsáveis por gerarem dor nas extremidades, quando comprimidos.

Quando o disco herniado invade o canal espinhal, pode causar compressão dos nervos ou da medula espinhal. Dor intensa e debilitante e outras alterações muitas vezes ocorrem. Além disso, a substância gelatinosa de dentro do disco libera químicos que contribuem para a dor do nervo.

Existe tratamento!

Da mesma maneira que os movimentos e as posturas inadequadas provocam o deslocamento para fora do lugar, os movimentos certos na direção diagnosticada corretamente podem reposicionar os tecidos. Esta é a proposta do Método Mckenzie® ou Terapia Mecânica®, comprovado cientificamente em várias pesquisas*.

Estudos recentes mostram que até 90% dos casos agudos e até 50% dos casos crônicos de dor lombar ou cervical são rapidamente reversíveis quando avaliados e tratados por profissionais certificados no Método Mckenzie.

Aprenda a cuidar da sua coluna e livre-se das dores sem os riscos de um procedimento cirúrgico!

 

 

Fonte:

* Brotz D, Kuker W, Maschke E, Wick W, Dichgans J, Weller M; A prospective trial of mechanical Physiotherapy for lumbar disk prolapse. J Neurol; 250:746-749, 2003.