Mais de 80% dos pacientes com dores nas costas e problemas da coluna vertebral  tem excelente resposta com tratamento natural. Grande parte dos problemas que resolvem com tratamento natural da coluna são do tipo mecânicos. Para a felicidade dos doloridos em geral é nessa categoria que se encontram a maioria absoluta dos problemas da coluna. Resta saber se o seu problema entra nessa lista…

Tratamento Natural = Forças naturais do corpo utilizadas na melhora

O tratamento natural é o tratamento sem aplicações, injeções, remédios ou cirurgias. Para tratar a coluna por meios naturais são necessários movimentos, pois o movimento é o elemento essencial que organiza e mantém todos os componentes da coluna e do corpo funcionando “a pleno vapor”. Cada componente precisa de um tipo de movimento específico, com força e direção certas. Há também alguns suplementos alimentares considerados naturais que falaremos em outro momento.

Este artigo é dedicado ao tratamento natural chamado movimento, pois utiliza as forças do próprio corpo para produzir elementos cicatrizantes e reparo nos pontos mais profundos das articulações.

 

 

O Método McKenzie foi clinicamente formulado para tratar de modo natural, ativando as forças do próprio corpo para resolver problemas das costas, pescoço, braços e pernas associados ou não à coluna vertebral. Método Mckenzie é eficaz em mais de 80% desses casos, agindo diretamente na causa.

 

 

 

Os 8 principais problemas que respondem ao TRATAMENTO NATURAL

1. Tensão e dor muscular.

Tensões musculares são a causa mais comum de dor na lombar e pescoço. Tudo começa com uma tensão postural, podendo levar o paciente a travar a coluna ou o pescoço – torcicolo. A boa notícia é que a maioria dos episódios são resolvidos de maneira rápida com o tratamento natural e adaptações posturais. O tratamento é mais eficaz quando o paciente aprende a reconhecer um leve desconforto e sabe o que fazer para se aliviar. O mais importante é identificar qual hábito está causando o problema e realizar as adaptações necessárias para evitar o retorno dos sintomas e agravamento do problema, inclusive o risco de desenvolver…

2. Hérnia, protrusão ou ruptura do disco.

Uma ruptura de disco, também chamado de hérnia de disco, é outra causa comum de dor nas costas. O tratamento da dor nas costas da hérnia de disco visa reposicionar as estruturas deslocadas e buscar ajuste mais harmônico do arranjo articular. Também é muito comum…

Dores nas costas discogênica. Dor nas costas discogênica é uma causa comum de dor lombar. Dor nas costas discogênica é o resultado de danos ao disco sem hérnia de disco (abaulamento). O acesso através de movimentos efetivos contribuem para a cicatrização promovida pelo próprio organismo. Pode estar associada ou não à dores irradiadas nos braços ou na perna. Nesse caso é chamada de…

3. Dor no nervo ciático ou lombociatalgia.

A dor ciática é um sintoma muito conhecido pela dor que pode sair da coluna e descer ao longo da perna, podendo chegar até o pé. Na maioria dos casos o problema tem origem na coluna. O tratamento natural consiste em ajustar possíveis componentes que estejam bloqueando o trajeto do nervo, recuperando a força e sensibilidades normais.

4. Artrose ou espondiloartrose.

Artrose é uma alteração na superfície de algumas articulações afetando as cartilagens e promovendo rugosidade e mais atrito que o normal. Ocorre como um processo natural do envelhecimento, porém alguns casos podem ser mais graves que outros. Os sintomas dependem muito do estilo de vida – alimentação, atividade física e também tendências genéticas. No entanto, a artrose tende a estabilizar seus sintomas após os 50 anos de idade. O tratamento natural visa preservar movimentos específicos e desbloquear as articulações, essa liberação reverte em alívio de dores mesmo que haja manifestação de artrose em forma de …

5. Bico de papagaio ou osteofitose. 

Os famosos bicos de papagaio nada mais são que pontas de ossos, frequentemente encontrados nas vértebras que se parecem com bicos de papagaio. Muitas pessoas acreditam que a dor vem dessas pequenas deformidades, mas isso nunca foi comprovado. Mesmo tendo alterações no formato do osso, muitas, digo, muuuuuuuuitas pessoas possuem esses osteófitos sem qualquer sintoma. A questão é fazer testes com profissional capacitado para verificar se o problema da coluna, seja dor ou rigidez é passível de melhora rápida. Se isso ocorrer, bingo!!! Seu bico de papagaio é inofensivo! Siga sua vida normal…

6. Estenose da coluna vertebral.

À medida que envelhecemos, o canal espinhal pode se tornar restrito devido em parte à artrose e outras condições. Se o canal medular torna-se demasiado estreito, pode resultar em dores nas costas com sintomas intensos na perna principalmente ao ficar de pé. Esta condição é chamada estenose espinal. O tratamento visa amenizar os sintomas, apesar de não corrigir o problema, o tratamento natural aliviar muito as dores desses pacientes e oferecer mais autonomia para andar e ficar de pé, que costuma ser difícil.

 7. Espondilolistese.

Espondilolistese é uma condição onde vértebras adjacentes instáveis começam a “escorregar” devido a alterações degenerativas, causando perda da estabilização normal da coluna vertebral. Esse problema é passível de boa resposta ao tratamento natural porque muitas vezes quando é identificado em exames já encontra-se estabilizado e não é determinante para a dor do paciente. Nos casos de espondilolistese aguda relevante pode estar associado a algum trauma, queda ou acidente grave. E nesses casos poderá se beneficiar do tratamento natural apenas após intervenções cirúrgicas.

8. Osteoporose.

Declínio da densidade óssea pode causar uma série de problemas ortopédicos e desconforto generalizado. A osteoporose poderá causar dores relacionadas a fraturas por compressão internamente na vértebra. A melhor forma de tratamento é conciliar a suplementação nutricional com orientação adequada e exercícios suficientes para estimular a fixação de cálcio nos ossos, como o exemplo da musculação e exercícios de impacto. O cálcio só fixa no osso se você prova que precisa disso com suas atividades do dia a dia.

Existe uma lei muito importante para todos que querem preservar suas funções orgânicas:

A forma física depende da funcionalidade do corpo. Se você se movimenta regularmente terá saúde, se ficar parado tende a deteriorar.

Dra. Michelle Pontes, Cert.MDT

Agende uma consulta: 45 3025 2064

Conheça nossa Orientação à distância!

2 thoughts on “8 Problemas da Coluna que Podem Resolver com Tratamento Natural”

  1. Bom domingo! Estou com hérnia de disco, artrose e osteofitos na coluna lombar. Faço uso a um mês de Arpadol, Artrolive e Protena. Já tive outras crises mas essa nem com infiltração esta aliviando as dores. Médico pediu para assim que estiver em condições começar a fazer exercício físico e dieta já que estou acima do peso. Qual exercício é mais indicado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *