cirurgia de hérnia de disco

Cirurgia de hérnia de disco é evitável, o tratamento mecânico não-invasivo tem resultados comprovados em mais de 90% dos casos. Esse tratamento ganhou expressão na comunidade científica internacional há 50 anos após as pesquisas realizadas pelo Dr. Robin Mckenzie com a Terapia Mecânica ou Método Mckenzie.

O Método Mckenzie consiste, em sua essência, em desafiar as estruturas desajustadas que provocam as dores, seja devido à hérnia de disco, seja por sobrecarga devido a posturas em excesso, seja por má cicatrização. E desde então diversos pacientes, que antes depositavam na cirurgia – discectomia, descompressão, laminectomia, mini ALIF, artrodeses, artroplastia – a  única esperança de alívio para as dores, passaram a contar com uma tecnologia de ponta que além de resolver o problema a um baixo custo, devolve a autonomia ao paciente em curto espaço de tempo.

 

Que tipo de exame mostra se pode melhorar sem uma cirurgia de hérnia de disco

Em uma entrevista recente, Dr. Ron Donelson, cirurgião ortopedista, autor do livro Rapidly Reversible Low Back Pain, relatou que “a avaliação com o Método Mckenzie fornecerá de longe muito mais compreensão sobre a natureza do problema do paciente. Essa avaliação é mais confiável do que a nossa mais alta tecnologia de imagem jamais poderia oferecer.

Muito mais do que qualquer outra forma de avaliação, a avaliação Mecânica é capaz de identificar os pacientes com dor aguda lombar e cervical que responderão ao tratamento. Esse número fica entre 70% a 80% dos casos.

E nos pacientes com dor crônica, as pesquisas mostram que 50% podem rapidamente reverter os seus episódios de dor e frequentemente se recuperar totalmente.

Tão importante quanto isso, a avaliação Mecânica pode identificar rapidamente os pacientes para os quais o tratamento Mckenzie não é adequado. Assim não se perde tempo e o tratamento pode prosseguir em outra direção, afirma Dr. Donelson.

Resultados esperados

No dia-a-dia da clínica é comum o paciente com queixa de dor lombar com ciática e também casos de dor cervical com irradiação para o braço. Durante a avaliação Mecânica exclusiva do método é comum a dor sair do membro em direção à coluna e ser eliminada com poucas sessões. Se a dor pode se comportar dessa maneira, com a reeducação do paciente e o programa adequado de exercícios podemos resolver o problema, evitando técnicas mais invasivas como as cirurgias.

Ainda na mesma entrevista Dr. Donelson ressalta que todo paciente com dor lombar ou cervical que procura tratamento merece a oportunidade de conhecer esse sistema. Ainda existem tantos pacientes tomando medicação desnecessária e fazendo exames de imagem e cirurgias sem realmente precisar.

Especificamente falando, vários estudos publicados em revistas científicas, mostram que de 32% a 50% dos pacientes considerados candidatos para cirurgia podem recuperar-se rapidamente sem cirurgia se eles apenas tiverem a oportunidade de ser avaliados com esse sistema. Seu problema discal pode ser rapidamente reversível.

Com o avanço dos exames de imagem, podemos inclusive em muitos casos, observar a redução de volumosas hérnias sem a intervenção cirúrgica, utilizando movimentos e posturas naturais do corpo.

Entretanto o mais importante é empoderar o paciente para que ele tenha consciência das suas capacidades de reverter o problema, melhorando seus hábitos posturais e realizando os movimentos preventivos.

A maioria das pessoas sentem-se felizes quando percebem que podem aprender a cuidar de si mesma e produzir seu próprio alívio.

10 thoughts on “Cirurgia de hérnia de disco – é possível evitar?”

    1. Kleanto, em Pernambuco ainda não temos nenhum profissional credenciado. Sugiro olhar o curso “Hérnia de Disco Controlada” que estará sendo lançado semana que vem nesse site, isso ajudará a estabelecer uma direção para o alívio das suas dores e recuperação da mobilidade. Qualquer dúvida entre em contato conosco.

        1. Olá, Clarice!
          Eu atendo em Foz com o Método Mckenzie. O consultório fica na Rua Bartolomeu de Gusmão, 1509. Veja nessa página os detalhes, telefones, WhatsApp. Basta ver no rodapé da página.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *